Literatura Infanto-Juvenil para Garotas

Não li e não pretendo ler... ._.

Podem ser sobre anjos, princesas, vampiros, ou mesmo só sobre adolescentes comuns, mas… Qual o problema com os escritores de livros para adolescentes? Quer dizer… (E eu vou me aproveitar que falei sobre clichês há pouco tempo aqui) é sempre a mesma coisa de sempre: os personagens não mudam, as situações seguem a mesma linha de raciocínio, às vezes os detalhes são bem parecidos também.

Acho que existe uma grande conspiração pra alienar meninas e essas escritoras meio que estão seguindo as regras da conspiração. Não sei se é por que eu ando lendo o mesmo tipo de livro demais e talvez devesse partir para outros gêneros, ou talvez eu esteja certa, quem sabe?

Mas o que eu queria mesmo era só dizer isso. Se vemos um livros como Crepúsculo, Fallen, Sussurro… Os três são praticamente a mesma coisa! A menina muda de escola, ou então está na escola e o “bonitão” é que é o novato, aí por algum motivo sobrenatural elas se interessam por eles, depois descobrem que eles têm algum segredo sobrenatural, aí aparece alguma coisa pra ser o/a vilão (ou vilã) e daí o mocinho que deveria ser meio malvado/bad boy salva a menina e fim, eles vivem felizes para sempre (ou não considerando que a coisa é bem pior, porque é uma série de livros…).

Não consegui terminar de ler…

Não vou negar que tem muitos que são extremamente bem trabalhados (ou pelo menos bem contados) e acho que muitos

dos livros da Meg Cabot se incluem aqui (e tem também os da Richelle Mead que quase pecam, mas ainda conseguem se salvar por um ou outro detalhe), mas outros… Eu prefiro nem comentar.

 

E, tudo bem, eu nem posso sair por aí xingando tudo, como eu tenho vontade de fazer, porque eu ainda não li a maioria desses livros todos (e nem vou fazer isso, só pra constar).

É como eu disse no post sobre clichês: “será que dá pra variar um pouco?”

Acho que, em qualquer dia desses, eu vou fazer como disse que faria com babados: vou colocar fogo em tudo. Esperem só até a minha sanidade se perder de vez…

Eu precisava mesmo fazer esse adendo.

Consegui ler por algum motivo sobrenatural...

Li sem muita vontade, mas adorei o final da série...

Ainda não sei como conseguir ler esse...

O que me deixa mais frustrada (porque é frustração o que eu sinto toda vez que eu leio um livro desses, ou pelo menos tento) é o fato de que muitas capas são terrivelmente lindas e, no fim das contas, o conteúdo não faz justiça às capas…

Eu sei, pequenos padawans, que vocês já estão cansados dessa história toda de clichês e coisas do gênero, envolvendo histórias, então paro por aqui… Mas o lado bom da coisa é que talvez as lições de perseverança que a mocinha acaba tendo que enfrentar, talvez o amadurecimento pelo qual ela passa, e o final feliz (que pode alegrar as pessoas) ainda sejam bons motivos pelos quais as pessoas escrevem coisas assim, ou sei lá, isso explica por que muitas adolescentes por aí gostam tanto (e por que a coisa pode não ser tão ruim quanto se imagina).

Mas eu vou dar um tempo nesse tipo de leitura, porque não aguento mais. =P

É isso. =]

Anúncios